splash

Mosaico de Fotos

4 de novembro de 2012

Pérolas de Alice (30 de infinitas)

Quando era bebezinha pai e eu combinamos de não morder Alice para que ela não aprendesse morder as pessoas, deu certo, outro dia brincando com o papai ele deu uma mordidinha nela e ela grita:
"Não pode modê, não sou comida."


Alice se enrola em lençóis, mantas e se diz sereia, depois que li a estória da Ariel quando ela se desenrola diz:
"Ganhei pénas, a sereia ganhou pénas." e me mostra suas perninhas fofas.


Alice muito manhosa na hora de dormir:
"Cuida de mim, mamãe." tradução: "Deita aqui na minha cama."
"Quero mamãe, mamãe você qué mim? Você qué eu mamãe?
  E lá vou eu deitar ao seu lado, quem resistiria???


Quase todo dia ficamos por último no parquinho e Alice sente falta dos amiguinhos, outro dia chegamos no parque a tarde e não tinha ninguém ela olhou ao redor e:
 "Cadê meus amiguinhos? Eles desapaleceram, eles tão noto lugar..."


"Qual o nome do buraco do nariz?"
"Narina."
"E o nome do buraco do olho?"
(silêncio...)


Alice estava no colo do pai que diz:
"Vou te sacudir..." e sacode ela que reclama:
"Não pode me sacudi, não sou uma maraca."


Alice vê uma parte da Terra em uma revista e fala:
"É o paneta Terra, que a gente mora."


Alice encontra um cartão de visita nas coisas do vovô Josimar e pergunta pra ele:
"É catão do seu bóg?"  
("É cartão do seu blog?" isso porque eu tenho cartão do blog e mostrei e expliquei pra ela que temos um blog, agora todo cartão que ela encontra pergunta se é do "bóg" de alguém)


P.S.: Pérolas atrasadas, era para terem sido publicadas em 29 de outubro, mas cadê tempo?????

3 comentários:

  1. Óh que fofa, fui procurar no google o que é maraca kkkk.
    bus

    ResponderExcluir
  2. ah eu queria o cartão do blog de vcs pra guardar de lembrança rsrsrs

    Alice linda e esperta cada vez mais

    ResponderExcluir